Talco nos cosméticos é perigoso?

O talco é um mineral que ocorre naturalmente, extraído da terra, composto de magnésio, silício, oxigênio e hidrogênio. Quimicamente, é um silicato de magnésio hidratado. O talco é usado na produção de cosméticos com a finalidade de absorver umidade, evitar o endurecimento do produto, para tornar a maquiagem facial opaca ou melhorar a sensação de um produto na pele.

Na década de 60 surgiu uma possível associação entre o uso de pós contendo talco e a incidência de câncer. Porém, através de estudos comprovou-se que o potencial cancerígeno do talco estava associado a contaminação por amianto/asbesto.

 

O amianto/asbesto é também um mineral de silicato natural, mas com uma estrutura cristalina diferente. Ao contrário do talco, no entanto, o amianto é um agente cancerígeno conhecido. Existe o potencial de contaminação do talco com o amianto e, portanto, é importante selecionar cuidadosamente os locais de mineração de talco e tomar medidas para testar o minério de forma suficiente.

Quando se fala de o talco estar ou não ligado ao câncer, é importante distinguir entre o talco que contém amianto/asbesto e o talco que é isento de amianto. A Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (IARC) classifica o talco que contém amianto como “carcinogênico a humanos”. E classifica o talco inalado que não contém amianto como “não é classificado como carcinogênico a humanos”.

A Simple Organic tomou todo o cuidado e utiliza em seus produtos Talco com comprovada ausência desse contaminante. Sendo assim, não há porque ter preocupação ao utilizar o produto da Simple que possui talco.

Fontes seguras para mais informação:
? https://www.fda.gov/cosmetics/cosmetic-ingredients/talc
?https://www.cancer.org/cancer/cancer-causes/talcum-powder-and-cancer.html

lifestyle Relacionados

COVID-19, e agora?

  Queridos, por conta do COVID-19, o momento que estamos atravessando tem sido difícil e desafiador para todos nós. Estamos juntos nessa batalha contra um inimigo invisível, onde a atitude individual é fundamental para evitar a propagação do vírus. Aqui, na Simple Organic, muitas foram as nossas decisões quando o assunto é pandemia. Nosso dever é...

Leia mais

Você já fez seu mapa dos sonhos?

Primeiramente, feliz ano novo! Não, você não leu errado. Hoje, dia 20 de março, começou o ano novo astrológico. Saímos energeticamente de 2019 e entramos no ano de 2020 nesta madrugada, às 00:49, horário de Brasília. Para a astrologia, o ano novo astrológico começa com o ingresso do Sol no signo de Áries, marcando uma nova...

Leia mais

GREEN FRIDAY + ANAJÁS ILHA DO MARAJÓ

Esse não é um post pra te dizer para não comprar nada e sim, sobre a importância e o impacto das suas escolhas e como elas podem reverberar no mundo. O consumo consciente está muito além da necessidade ou vontade de consumir algo. Isso porque, ao consumir você está apoiando uma iniciativa, a responsabilidade social...

Leia mais
Conheça o lifestyle Simple

COVID-19, e agora?

  Queridos, por conta do COVID-19, o momento que estamos atravessando tem sido difícil e desafiador para todos nós. Estamos juntos nessa batalha contra um inimigo invisível, onde a atitude individual é fundamental para evitar a propagação do vírus. Aqui, na Simple Organic, muitas foram as nossas decisões quando o assunto é pandemia. Nosso dever é...

Leia mais

Você já fez seu mapa dos sonhos?

Primeiramente, feliz ano novo! Não, você não leu errado. Hoje, dia 20 de março, começou o ano novo astrológico. Saímos energeticamente de 2019 e entramos no ano de 2020 nesta madrugada, às 00:49, horário de Brasília. Para a astrologia, o ano novo astrológico começa com o ingresso do Sol no signo de Áries, marcando uma nova...

Leia mais

GREEN FRIDAY + ANAJÁS ILHA DO MARAJÓ

Esse não é um post pra te dizer para não comprar nada e sim, sobre a importância e o impacto das suas escolhas e como elas podem reverberar no mundo. O consumo consciente está muito além da necessidade ou vontade de consumir algo. Isso porque, ao consumir você está apoiando uma iniciativa, a responsabilidade social...

Leia mais